17 de outubro de 2013

Recado aos governantes

Esta carta vai endereçada aos governantes que acham que, para administrar bem, basta abrir avenidas, construir grandes equipamentos públicos e aquecer a economia.
Esta mensagem vai para os que esquecem que são as pessoas que fazem um lugar.
Um prédio pode ter piscina, quadra de futebol, biblioteca, aulas de todo tipo. E, claro, as pessoas ficarão felizes de poderem contar com tal empreendimento.
Mas se não houver, nas aulas, professores que amem o que façam, que se sintam valorizados e respeitados, o ensinamento cairá no vazio.
Se não houver, nas bibliotecas, mediadores que acreditem em seu trabalho e em cada um dos leitores que os procuram, os livros permanecerão nas prateleiras.
Conheci professores cujo amor contagiava e, apesar da estrutura precária, plantavam lições em cada um dos alunos.
Conheci professores que, um dia, amaram a profissão. Hoje estão doentes, cansados e com um abismo no peito.
Não me entendam mal. Não estou defendendo a falta de estrutura e o abandono das escolas.
Tampouco sou contra os grandes equipamentos.
Só estou alertando para o essencial: sem as pessoas, não se constrói uma cidade!
Leia mais...
 

Palavras-pontes Design by Insight © 2009