Postagens

Mostrando postagens de Agosto, 2018

Buraco Negro

Esse poço escuro e profundo
de boca escancarada ao infinito
Sempre tão cheio
Sempre tão seco,
Tão bizarro, tão medonho, tão bonito

Tempos sombrios

Está tudo tão escuro
que as sombras nos roubaram as palavras
E sequer enxergamos nossa dor