Postagens

Mostrando postagens de Junho, 2012

A florzinha de meu jardim

Há dez anos,
uma alegria grande fez cócegas em minha alma.
Minha semente brotou:
agitada,
ramos que procuram o sol.

A lua e o menino

Antes mesmo de aprender a ler, o menino-poeta já lia as coisas da vida. Seus olhinhos miúdos brilhavam ao som dos poemas. E as mãozinhas franzinas desenhavam anjos e asas, enquanto ele contava histórias de amor. O menino-poeta tinha o coração cheio de flores. E, antes mesmo de aprender a ler, sua alma já sofria do encantamento das palavras.

Canção para Laurinha

Teu ventre, minha irmã,
é jardim de pouso de anjinhos apressados
tão puros
tão lindos
tão iluminados
que suas almas sequer tocam o chão...