Postagens

Mostrando postagens de Janeiro, 2012

Menina sementeira

Primeiro, foram as sementes:
ternura tecida em letras,
em histórias,
em poesia.
Então me dei conta da flor:
bordada em sensibilidade,
leveza,
alegria.