18 de julho de 2008

Retorno ao princípio

Quando eu era pequena,
bem pequena,
menina ainda,
perguntaram-me o que eu queria ser quando crescesse.
Eu disse: - Mãe.
Disseram-me, então, que mãe não é trabalho nem profissão.
Cobraram-me: - O que eu queria ser quando crescesse?
- Professora, respondi. Acreditava, talvez, que professora era como uma segunda mãe, já que ambas tem o ensino por ofício.
Então cresci, embora não muito.
Mas fiquei adulta.
Fui jornalista.
Fui atriz.
E até escrevi livros.
Passados quase trinta anos desde aquela minha decisão de criança,
tornei-me mãe.
Depois, novamente.
E, agora, passadas qause três décadas e meia,
resolvo ensinar para outras crianças.
O retorno à predição inicial.
O resgate de mim mesma talvez.
A verdade é que, confesso, estou adorando!!!

0 comentários:

 

Palavras-pontes Design by Insight © 2009