17 de junho de 2010

Pra não dizer que não falei de Copa...


Fui eu ou a seleção quem perdeu a alegria?
Quero crer que não tenha sido eu.
Mas o fato é que minha memória traz imagens bem mais gloriosas de Copa do Mundo.
Lembro de 82, tinha então dez anos. E guardo até hoje em lembrança o tamanho de minha tristeza final.
Lembro também de várias alegrias: amigos reunidos, muita bagunça, muita cachaça, muito carnaval.
Desde a Copa passada, entretanto, algo se perdeu - não sei se em mim. Apesar das ruas enfeitadas, do côro dos vizinhos e do refrão que se repete nas esquinas-rádios-e-televisões.
Não perdi, contudo, o gosto pelo futebol: meu Santinha que o diga. Por isso, quem sabe, até o final da Copa, a seleção não consiga remexer as coisas lá dentro de mim?

0 comentários:

 

Palavras-pontes Design by Insight © 2009